domingo, 5 de abril de 2020

QUE TIPO DE ALIMENTO ESTÁ UTILIZANDO OU ENTREGANDO?



A FORMA QUE ALIMENTA SUA MENTE ELA AUMENTA OU LAMENTA, ENRIQUECE OU EMPOBRECE.  
ROBERTO POLIDO. 
Sempre incrível a maneira que a vida se encarrega de conceder o tempo para ajustar ou para mostrar a justiça. Roberto Polido (Psicoterapeuta). 

Na hora da verdade ninguém engana a vida. É possível enganar o professor, os pais e até a pessoa que está contratando, mas enganar a vida é impossível. Na hora da verdade a vida se encarrega de pôr todas as pessoas no devido lugar. Roberto Shinyashiki (Livro: “O Poder da Solução” pág. 91) 


Certa vez um velho sábio falava de seus conflitos internos: 
“Dentro de mim existem dois cachorros, um deles é cruel e mau, o outro é muito bom e amigo. Os dois vivem sempre brigando....” Então um jovem lhe perguntou: “E qual dos cachorros ganha a briga?” O sábio parou, refletiu e respondeu: “Aquele que eu alimentar...” 

Crivo meu: Todos nós temos a capacidade de escolher quem, quando e a forma de alimentar um ou ambos. O que diferencia é se está em luta ou fuga, se quer provar algo para outros ou para si. Tanto um como outro pode ser bom ou ruim, só depende com que está alimentando. Cedo ou tarde haverá uma mudança que poderá te beneficiar sem que alguém seja prejudicado, ou então ambos serão prejudicados ou beneficiados. 
Esteja certo que o bravo um dia perderá as forças e vai ser dominado e extinto, enquanto o bom continuará a ser bom e dará frutos que produzirão a 30, 60 e 100 por um. 

terça-feira, 27 de agosto de 2019

DEPOIS DE ADÃO E EVA COMO SE FORMOU A CIVILIZAÇÃO ??

COMO A CIVILIZAÇÃO SE FORMOU A PARTIR DE ADÃO E EVA?


Quem poderá me explicar já que não encontro na Bíblia como a civilização cresceu após Adão e Eva?


Ouço vez ou outra, algumas pessoas cristãs questionando a falta de embasamento bíblico para acreditar na própria Gênesis ao se deparar com uma questão do aumento da civilização uma vez que vemos apenas Caim e Abel e após Sete.

É sabido que não encontraremos essa resposta na Gênesis e em nenhum outro livro da bíblia a qual conhecemos e temos familiaridade.
E por causa disso, eu conheci alguns que justificam crer, mas não muito na veracidade da bíblia. E pela falta dessa informação concreta carregam uma crença parcial e desacreditada, e porque não dizer, uma fé não tão fervorosa.

De certa forma, eu não tiro as razões deles, mas, se assim houvesse uma resposta bíblica plausível poderia de certo modo dar um pouco mais de confiança. Embora eu pessoalmente não acredito que isso traria uma fé inabalável. Digo isso por que a pessoa encontra um motivo para justificar a sua fé morna na falta de uma informação, tendo uma gama muito grande de verdades respondidas na própria bíblia.

Percebo também que, essas dúvidas, em sua maioria vem justamente daqueles que leem muito pouco as escrituras sagradas. Sempre exorto e incentivo uma leitura mais assídua da palavra de Deus, alertando a prestarem mais atenção no que Deus fez e sempre fará.

Diante do exposto, quem deseja realmente conhecer e vai mais fundo poderá encontrar uma resposta muito clara a respeito dos 3 filhos homens de Adão e Eva e também a forma que se iniciou uma nova geração.

Em nossa bíblia diz apenas que Caim tomou sua mulher e fundou uma cidade. Contudo, vamos conhecer um pouco mais sobre o tema antes de chegarmos a uma resposta fundamentada nos escritos sagrados da época.

Quem foi a esposa de Caim, e como ele fundou uma cidade?

Sua dúvida diz respeito a Gênesis 4:16 e 17: “Retirou-se Caim da presença do SENHOR e habitou na terra de Node, ao oriente do Éden. E coabitou Caim com sua mulher; ela concebeu e deu à luz a Enoque. Caim edificou uma cidade e lhe chamou Enoque, o nome de seu filho.”

É certo que as Escrituras não mencionam o nome da mulher de Caim e nem a sua procedência. Porém, devemos nos lembrar que a Terra já tinha começado a ser povoada quando ele se casou. Com certeza, naquela altura dos acontecimentos, havia muito mais do que apenas 5 pessoas, inclusive outras mulheres além de Eva. Notemos os seguintes pontos antes de chegarmos a uma conclusão:

1.Em Gênesis são mencionados pelos nomes os filhos de Caim e depois os de Sete, que seria o patriarca da segunda geração, nascido quando Adão tinha 130 anos (Gênesis 5:3). E o livro Santo informa ainda que Adão, além de Sete, "gerou filhos e filhas" (Gênesis 5:4).

Não sendo importantes tais detalhes, não foram mencionados os nomes e nem a quantidade de filhos e filhas que Adão e Eva tiveram, mas, é certo que a bênção de Deus ao casal, registrada em Gênesis 1:28, já estava se cumprindo: “E Deus os abençoou e lhes disse: Sede fecundos, multiplicai-vos, enchei a terra…” E, num tempo em que a vida humana se media em séculos, a descendência de Adão já deveria ser numerosa. Portando, uma dessas filhas de Adão, irmã de Caim, poderia ter sido sua esposa.

2. Caim cometeu o brutal homicídio em idade já madura. Diz Gênesis 4:3: “Aconteceu que no fim de uns tempos trouxe Caim do fruto da terra uma oferta ao SENHOR.”

3. Alguns acreditam que a mulher de Caim até poderia ter sido uma sobrinha dele, filha de Sete. Baseiam-se no fato de ter decorrido muito tempo o exílio de Caim na terra de Node, (Gênesis 4:16) e o seu casamento relatado no verso 17. E o verso 25 afirma que Adão e Eva tiveram outro filho para substituir o justo Abel assassinado. Esse era Sete, e também ele “gerou filhos e filhas” (Gênesis 5:7).

Diante dos versículos acima citados vemos a progressão da história e quanto a isso não temos dúvidas, com exceção das suposições de que poderia ter coabitado com alguma sobrinha ou até irmã de sangue. Coabitar com uma irmã consanguínea para a época era plenamente normal.

Certamente, poderá dizer que estou novamente com suposições infundadas, e certamente me dirá, isso não basta meu amigo, eu preciso de algo mais forte!

Pois bem! Vamos para mais adiante com mais revelações.

Quero te apresentar uma prova que é real e está codificada nos escritos sagrados, contudo não está inserida nos livros canônicos da nossa Bíblia.
Encontraremos uma prova que vai muito além de suposições conjecturadas, essa prova vai se consubstanciar nos livros sagrados dos evangelhos apócrifos dos livros dos Jubileus.

Trata-se de livros históricos dos jubileus de uma nação, ou seja, livros históricos que abrigam histórias a cada 50 anos de um povo em um determinado local.

Estamos falando de textos históricos não menos confiáveis que outros livros, porém, não foram inseridos na bíblia por força da falta de respaldo histórico, ou de procedência duvidosa ou até mesmo sem autoria.

Não estou aqui para convencer ninguém a dar crédito nos livros dos jubileus, mas, para quem deseja ter um pouco mais de conforto ao ser questionado sobre a civilização ter crescido após Adão e Eva somente estando no Paraíso um casal, vale a pena conhecer.

JUBILEUS 4.9 E Caim tomou Awan sua irmã por sua esposa e ela lhe deu a luz Enoque ao final do quarto jubileu. [190-196 A.M.] E no primeiro ano da primeira semana do quinto jubileu, [197 A.M.] casas foram construídas sobre a terra, e Caim construiu uma cidade e a chamou do nome de seu filho Enoque. (Gn 4.17) 4.10.

E Adão coabitou com Eva sua esposa e ela deu a luz a nove filhos.4.11

E na quinta semana do quinto jubileu [225-231 A.M.] Sete tomou Azura sua irmã para ser sua esposa, e no quarto (ano da sexta semana) [235 A.M.]ela deu a luz a Enos.4.12. Ele passou a invocar o nome do Senhor na terra.

No capítulo 5º da Gênesis podemos ver as descendências de Adão e Eva seguida por Sete o filho mais novo do casal. Dali em diante percebemos não só a longevidade como uma grande quantidade de filhos e filhas, e com isso a possibilidade factível de aumento da população entre os próprios parentes.

Gênesis 6:1 Então, quando a humanidade começou a se multiplicar sobre a face da terra e nasceram muitas mulheres, 2 os filhos de Deus viram que as filhas dos homens eram atraentes, e escolheram, para si, aquelas que lhes agradaram os olhos.

Não obstante ao relato acima quero despertar sua atenção para algo muito interessante a respeito de Caim ser expulso e condenado a perambular pela terra escondendo de Deus. Até aí normal ! Ora, Caim acabou de ser expulso quem poderia encontrá-lo e matá-lo seus próprios parentes ? Acredito ser muito improvável algo nesse formato. Entretanto podemos ver logo mais adiante vamos perceber outra informação preciosa.

Gênesis 4:14 Vê! Hoje tu me expulsas desta terra, e terei de me esconder da tua face; serei um fugitivo errante pelo mundo, e qualquer que me encontrar me matará!”15 Contudo, o SENHOR lhe asseverou: “Não acontecerá assim! Se alguém matar 16 a Caim, sofrerá sete vezes a vingança.” E o SENHOR colocou em Caim um sinal, para que ninguém que viesse a encontrá-lo o matasse.

A seguir vamos perceber algo inusitado a respeito da vida que se segue entorno de Caim. Onde e como Caim encontrou uma esposa? Se Caim fora expulso por Deus como poderia ter levado uma irmã para ser esposa? Estaria ele contrariando os próprios pais? Quem seria aquele que encontrar Caim e matar? Seus próprios filhos?

Obviamente que não se trata de ter levado uma irmã para ser esposa. Podemos consubstanciar no capítulo 6º da Gênesis que haviam outros humanos além da região do paraíso. Embora não esteja claro no texto da Gênesis eu creio que o local do paraíso foi um lugar muito especial onde Deus havia escolhido como laboratório para criar uma nova e pura humanidade sem a interferência dos que já estavam na terra causando aborrecimentos.

 Gênesis 6:1 Então, quando a humanidade começou a se multiplicar sobre a face da terra e nasceram muitas mulheres, 2 os filhos de Deus viram que as filhas dos homens eram atraentes, e escolheram, para si, aquelas que lhes agradaram os olhos. 3 Então, declarou o SENHOR: “Por causa da malignidade do ser humano mortal, o Espírito que lhe dei não permanecerá nele para sempre; portanto, ele não viverá além dos cento e vinte anos!”

Diante desses versículos podemos observar o seguinte comentário: 2 Os filhos de Deus viram que as filhas dos homens eram atraentes, e escolheram, para si, aquelas que lhes agradaram os olhos. Percebam que se realmente fossem parentes não haveria a diferença entre os filhos de Deus e as dos homens. Quem são os filhos de Deus senão os que foram colocados no paraíso (Adão e Eva e filhos). Quem seriam as filhas dos homens, ou melhor quem seriam esses homens que supostamente somente teriam mulheres? 

Caro leitor perceba que nos faltam um bocado de informações precisas porém, podemos ver no próprio texto uma separação entre as pessoas que ali estavam no paraíso e as pessoas que estavam além da região do paraíso. Fato que Caim não teria necessidade de perambular pela terra se escondendo de Deus. Bastava apenas ficar longe do paraíso e tudo bem!! Entretanto como corria o risco de ser encontrado por alguém e ser morto por causa da sua marca na testa teria que se esconder não só de Deus mas, de outras pessoas que não seriam seus próprios irmãos.

Por fim, finalizo dizendo e reafirmando que nunca precisei de uma resposta assim, mas confesso que fiquei um tanto entusiasmado ao ler esse livro. Diante desses escritos considerados evangelhos apócrifos pude obter uma resposta um pouco mais confiável ao ser questionado nas próximas vezes.

Espero ter auxiliado aos meus leitores, e, também ter auxiliado aquele que necessitava de uma pequena centelha para dar um “up”, um reforço em sua fé e crença nos desígnios de Deus.

Querendo saber um pouco mais busque nos livros dos jubileus completos em:

https://pt.scribd.com/doc/154087762/O-Livro-dos-Jubileus


Roberto Polido. 

quinta-feira, 18 de julho de 2019

COMO ENRIQUECER COM BASE NAS PROMESSAS DE DEUS ?

SOU CONTRA A EXPLORAÇÃO ENTORNO DA TEORIA DA PROSPERIDADE, MAS, EU NÃO SOU CONTRA O REAL SENTIDO DA PALAVRA DE DEUS DIRECIONADA AOS FILHOS.

Provérbios 10:22

A bênção do Senhor produz riqueza e não provoca sofrimento algum. KJA.
A bênção do Senhor é que enriquece; e não traz consigo dores. ACF.
A bênção do Senhor traz riqueza, e não inclui dor alguma. NVI.
A bênção do Senhor é que enriquece; e ele não a faz seguir de dor alguma. JFA

Após ler esse versículo nas mais diversas versões vemos um só sentido na promessa do Pai, essa promessa de enriquecer nas mais amplas propostas, não apenas atendendo-nos na riqueza material ou financeira, mas no sentido de prosperidade.

Prosperidade - substantivo feminino 
“estado do que é ou se torna próspero”;

“grande produção de alimentos e bens de consumo; abundância, fartura”.

O que é Prosperidade:

Prosperidade é o estado ou qualidade do que é próspero, ou seja, bem-sucedido, feliz e afortunado.

A prosperidade é um estado que é cobiçado por quase todos os seres humanos, que desejam atingir padrões de vida que lhe garantam a contínua sensação de contentamento e estabilidade emocional.

O que caracteriza a prosperidade é a condição de constante desenvolvimento e progresso de determinada situação.

Por exemplo, o aumento do salário, a promoção para um cargo profissional superior, a aprovação num concurso público e outras ações que representam o avanço, podem ser os responsáveis por constituir um estado de prosperidade.

Normalmente, a prosperidade é relacionada com a abundância de bens e riquezas materiais, no entanto, existe o conceito, difundido principalmente por algumas doutrinas religiosas, que esta qualidade também é referente ao comportamento emocional dos indivíduos, envolvendo o equilíbrio mental e espiritual das pessoas.

Para os cristãos, por exemplo, a prosperidade é uma das virtudes conquistadas a partir do seguimento de regras e mandamentos estabelecidos pela Igreja em nome de Deus.

Neste caso, a chamada “prosperidade de Deus” consiste na ideia da realização de todos os planos e objetivos que determinada pessoa almeja, como “recompensa” por seguir todas as regras de conduta ditadas pela religião.

Etimologicamente, a palavra prosperidade se originou a partir do latim prosperitate / prosperare, que significa “obter aquilo que deseja”. Por sua vez, o termo latino é formado pela junção dos elementos pro, que quer dizer “a favor”, e spes, que significa “esperança”.

Como alcançar as bênçãos de Deus?

Deus nos oferece a maior bênção de todas de graça! Basta crer. Quem tem uma vida dedicada a Deus recebe muitas bênçãos, que não dependem das circunstâncias em que vive.

O que é uma bênção?

Uma bênção é um favor de Deus, algo que nos faz bem. Deus gosta de nos abençoar e criou o mundo com o propósito de ser bom. Ele nos oferece bênçãos abundantes e variadas.

A maior bênção que Deus nos dá é a salvação. Nada é mais importante que o perdão dos pecados e a promessa da vida eterna! Não precisamos fazer nada de especial para conquistar essa bênção. Basta crer em Jesus como nosso salvador.
As bênçãos mais importantes são fruto da salvação: paz, alegria, esperança, amor… Essas são as bênçãos verdadeiras, que somente podem ser encontradas em Deus. Ele nos oferece Suas bênçãos espirituais em abundância!

Existem também outras coisas que podem ser bênçãos, como bens materiais, família, sucesso no trabalho, saúde. Mas todas essas coisas são bênçãos secundárias. Mesmo quando essas coisas falham, ainda podemos ter as bênçãos maiores, que são as bênçãos espirituais, porque essas dependem de nosso relacionamento com Deus, não apenas de nossas circunstâncias físicas.

Como receber as bênçãos de Deus?

O primeiro passo para receber as bênçãos de Deus é crer. A salvação é para todo aquele que crer em Jesus. E junto com a salvação vem a promessa de várias outras bênçãos, que podemos receber pela fé:

Vida nova, livre da escravidão e da condenação do pecado - Romanos 8:1-2

Adoção como filhos de Deus - Romanos 8:16-17

Esperança para o futuro, porque temos a promessa da vida eterna - 1 Pedro 1:3-5

Paz que vem de Jesus - João 14:27

A presença do Espírito Santo, que nos ensina, orienta e capacita - João 16:13

Capacidade para entender a verdade de Deus - 1 Coríntios 2:12

Também podemos pedir bênçãos a Deus (Mateus 7:11). Quando pedimos, Ele dá:
Sabedoria a quem pede com fé - Tiago 1:5-8

Mais do Espírito Santo - Lucas 11:13

Ajuda para espalhar o evangelho - Mateus 9:37-38

Essas bênçãos vêm no tempo certo, quando Deus sabe que vamos precisar delas.
Além disso, a Bíblia promete várias bênçãos para quem se dedica a obedecer a Deus, seguindo uma vida correta. Deus supre as necessidades daqueles que buscam o reino de Deus, dos que são generosos e dos que são fiéis a Ele (Mateus 6:31-33).

Quando fazemos o bem e nos afastamos do pecado, Deus cuida de nós. Quando fazemos um bom trabalho, Deus nos abençoa com mais responsabilidade e mais oportunidades para abençoar outros.
Deus tem bênçãos especiais para cada um. Os problemas não vão todos desaparecer, mas as bênçãos de Deus são maiores. Tudo que nós precisamos fazer para ter a vida plena e cheia de bênçãos que Ele nos oferece é crer, pedir e andar sempre em Seus caminhos.

Salmo 128: 1-6 KJA.

Bem-aventurado todo aquele que teme ao Senhor e anda nos seus caminhos.
Pois comerás do trabalho das tuas mãos; feliz serás, e te irá bem.  
A tua mulher será como a videira frutífera, no interior da tua casa; os teus filhos como plantas de oliveira, ao redor da tua mesa.
Eis que assim será abençoado o homem que teme ao Senhor.   
De Sião o Senhor te abençoará; verás a prosperidade de Jerusalém por todos os dias da tua vida, e verás os filhos de teus filhos. A paz seja sobre Israel. 

Eclesiastes 2:24-26 KJA.

Para o homem não existe nada melhor do que comer, beber e se alegrar no trabalho que realiza. Contudo, compreendi que mesmo estes prazeres só podem ser concedidos pelas mãos de Deus, pois quem pode comer, beber, trabalhar ou ter alegrias sem que tudo isso venha de Deus? Deus concede sabedoria, entendimento e felicidade às pessoas que nele têm o seu prazer. Quanto ao pecador, Deus o encarrega de ajuntar e armazenar riquezas para entregá-las a quem o agrada. Também, isto é, vão e frustrante.

Eclesiastes 3:13 KJA.

E, descobri também que a própria condição de comer, beber e desfrutar das recompensas pelo seu trabalho é um presente de Deus. Compreendi ainda que tudo o que Deus faz dura para sempre: ao que Deus criou nada se pode acrescentar, de igual modo, nada se pode subtrair. Esse é o método de Deus para fazer com que a humanidade o ame reverentemente. Assim, tudo o que há, já havia existido; o que será, já existiu antigamente; Deus pode renovar o que já passou!